Era Meiji

Blog de tenrikyosantoamaro :Ensinamentos do Tenrikyo por Vivian Marie Nakano, Era Meiji

 

O Japão, nos anos anteriores à chegada do almirante Matthew Calbraith Perry, representante dos Estados Unidos, na Baía de Uraga, em 1853, viveu 700 anos mergulhado no Xogunato, regime feudal dominado pela presença dos militares no poder, exercido pelos samurais em nome do Imperador.

A partir deste ano, com os norte-americanos obrigando os japoneses a abrirem seus portos ao intercâmbio com outros países, o antigo regime entrou em convulsão e, depois de muita agitação, o Xogum da era Tokugawa, dinastia que governou por 260 anos, decidiu restituir o poder à corte do Imperador.

O monarca Mutsuhito estava então com 16 anos e, decretando o final do Feudalismo japonês, subiu ao trono como o 122º imperador, assumindo de fato a autoridade que, antes, era apenas virtual. Teve início, assim, o Período ou Era Meiji - Regime Iluminado -, que duraria quarenta e cinco anos, de 8 de setembro de 1868 a 30 de julho de 1912.

Esta etapa da história do Japão foi marcada por um veloz processo de modernização, que culminou na transformação deste país em potência planetária. Ao longo deste reinado a nação japonesa não esteve isenta de ser convertida em um mero fantoche do Ocidente, ou em uma colônia da Europa ou dos Estados Unidos.

Para evitar este destino, seu governante optou por fortalecer o Estado, constituindo-o na mesma medida em que eram estruturados os países mais desenvolvidos do Ocidente. Para alcançar este objetivo, o Imperador implementou diversos projetos políticos significativos, que decididamente converteram o Japão atrasado da Era Edo, completamente distante do resto do mundo, em um país adaptado aos tempos modernos.

O soberano concordou com o Ocidente em tomar como modelo os tratados internacionais contratados pelos xoguns das últimas eras, que compunham o que se denomina de bakufu. E também em atuar conforme os parâmetros estabelecidos pela Lei Internacional Mutsuhito.

Pouco a pouco o Japão foi sendo moldado de forma a conviver com o sistema capitalista. Sua gestão pública foi concentrada em um núcleo central; o Estado adotou a política de intervenção econômica, o que permitiu a extinção dos últimos vestígios do feudalismo, com a libertação da mão-de-obra e a absorção das inovações tecnológicas promovidas pelas grandes potências ocidentais.

Uma meticulosa reforma agrária e a renovação das leis referentes ao imposto territorial rural eliminaram os velhos feudos e as vantagens individuais. Foi criada, nesta mesma época, a moeda oficial do Japão, o iene, bem como foram instituídos o Banco do Japão, a educação primária compulsória, o fortalecimento do poder e do Estado, entre outras medidas fundamentais.

Ao mesmo tempo, o país ganhou suas primeiras universidades e um gabinete parlamentar, criado em 1885. Quatro anos depois a nação elaborou sua primeira constituição, assumindo-se, diante do mundo, como uma monarquia constitucional. O desenvolvimento da industrialização foi inevitável, e logo apareceram os impérios econômicos, baseados em grupos familiares conhecidos como zaibatsus, que estenderam seus tentáculos também ao mundo do comércio e das finanças.

FONTE: http://www.infoescola.com/japao/era-meiji/

sexta 15 abril 2011 04:54 , em Ofudessaki


Santo Amaro Kyokai

Blog de tenrikyosantoamaro :Ensinamentos do Tenrikyo por Vivian Marie Nakano, Santo Amaro Kyokai

quarta 13 abril 2011 16:56 , em Igreja Tenrikyo Santo Amaro


Cerimônia de Posse do Novo Condutor da Igreja Tenrikyo Santo Amaro

Blog de tenrikyosantoamaro :Ensinamentos do Tenrikyo por Vivian Marie Nakano, Cerimônia de Posse do Novo Condutor da Igreja Tenrikyo Santo Amaro

A Cerimônia de Tomada de Posse do novo Condutor da Igreja Tenrikyo de Santo Amaro foi  realizada no dia 31 de Maio. O novo Condutor, Rev. Marcelo Shoiti Nakano, recebeu a Permissão para Condutor de Igreja no dia 26 de Março, em Jiba.

    A Cerimônia foi realizada com a presença do Condutor da Igreja-Mor Hofu, Rev. Hideaki Furukawa e mais três diretores da Igreja-Mor,  do Primaz da Sede Missionária da Igreja Tenrikyo no Brasil, Rev. Yuji Murata, além de fiéis e colaboradores da regional, totalizando mais de 350 pessoas.

Leia a seguir, as palavras do Condutor da Igreja-Mor Hofu, Rev. Hideaki Furukawa, na ocasião da Cerimônia de Posse:

Saudação na Cerimônia de Posse do Quarto condutor da Igreja Santo Amaro  31 de maio de 2009

Minhas sinceras congratulações pela Cerimônia de posse do condutor Shoiti.

Desejo profundamente que esta igreja cresça ainda mais a partir de agora, tendo como oportunidade esta ocasião da Posse do Condutor. E para que todos os senhores possam receber esta graça, gostaria de pedir a todos que unam seus corações tendo como centro o novo condutor.

No ano passado, todos os senhores receberam um grande nó, que foi o retornamento do condutor anterior.  É nos ensinado que Deus-Parens concede os "nós" a partir do seu caloroso amor parental com o intuito de apressar a evolução espiritual dos seres humanos.

O condutor é a pessoa central da igreja, e o seu retornamento reflete a intenção de Deus-Parens, não somente aos familiares do condutor, e sim a todos os senhores que estão ligados a esta igreja; e acredito que isso parte do seu amor parental preocupado com todos os senhores. E pensando no fato do Condutor anterior ter retornado tão jovem acredito ser extremamente profunda a sua intenção.

Quando nos é concedido um "nó" devemos compreender o amor parental que nele está contido, refletir as nossas atitudes de até então e fazer uma determinação espiritual - kokoro sadame. Esta é a maneira de aceitar o "nó" correspondendo ao desejo de Deus-Parens que concedeu este nó. E ainda, colocando em prática a determinação espiritual feita, é que podemos evoluir espiritualmente e assim, conforme o ensinamento "do nó sai o broto", poderemos receber a graça.

Acredito que isto já seja do pleno conhecimento de todos e cada um dos senhores fez a sua determinação espiritual. Mas, tendo agora passado um ano após o retornamento do condutor anterior, será que cada um ainda tem praticado a sua determinação espiritual?

Por maior que seja o nó que recebamos, todos nós, ao se passarem os dias, a tristeza e o sofrimento vão se tornando amenas para um dia esquecermos, mas não podemos esquecer junto com as dores, o amor parental de Deus-Parens. Gostaria que repensassem mais uma vez nesta data de hoje. Com que objetivo Deus-Parens concedeu-nos este nó? E assim, para poder corresponder ao amor parental, gostaria que renovassem os corações e determinassem espiritualmente.

E essa determinação espiritual não pode ser algo para sua conveniência. Mas sim para contentar Deus-Parens. Por exemplo, determinar a usar o espírito sem acumular poeiras, a realizar a divulgação, a ministrar o Dom do Sazuke, ou a comparecer ao serviço mensal. Seja o que for,  determinar a ter o espírito que possa ser aceito por Deus-Parens. Isso, com certeza não é algo fácil de se fazer. Porém, determinando assim o espírito, a caminhada para evolução espiritual se dará conforme a sua prática, e com isso as más predestinações serão cortadas e seremos guiados para a felicidade.

Acredito que se cada um de todos os senhores continuar nesta caminhada, esta igreja certamente receberá a graça de crescer e se desenvolver. 

Gostaria de solicitar aos senhores que não se esqueçam do amor de Deus-Parens contida no nó do retornamento do condutor anterior, façam a determinação espiritual e a sua prática para evoluir espiritualmente.

Ainda, tenho um pedido ao novo condutor, sei que haverá muitas dificuldades e incertezas, e nessas horas, não se ampare somente na sua força e inteligência, tenha sempre Deus-Parens e Oyassama no coração e conduza qualquer situação dialogando com a igreja superior e com os diretores da sua igreja. Além disso, espero que se empenhe ao máximo em dedicar sinceridade, sendo confiado e adorado pelos seguidores desta igreja. E por fim, não posso deixar de dizer, que você encontre logo uma esposa.

A todos os senhores desta igreja, creio que haja certa ansiedade, pois o novo condutor ainda é jovem e sem experiência, mas peço que o protejam com espírito caloroso, unindo forças com toda sinceridade. O apoio de todos, com certeza, será o mais firme suporte para o novo condutor. Yoroshiku onegaishimasu.

Assim, desejando mais e mais felicidades a todos os senhores, e um desenvolvimento ainda maior para a igreja Santo Amaro, gostaria de encerrar a minha saudação. Muito obrigado pela atenção.

FONTE: http://www.tenrikyomarilia.com.br/noticias/2009/stoamaro.htm

quarta 13 abril 2011 12:06


Kunitokotati-no-mikoto e Omotari-no-mikoto

Blog de tenrikyosantoamaro :Ensinamentos do Tenrikyo por Vivian Marie Nakano, Kunitokotati-no-mikoto e Omotari-no-mikoto

Kunitokotati-no-mikoto - Lua representa a providêcia divida dos olhos e da umidade do corpo humano e da água no mundo.

A água escorre até os locais mais baixos, se adapta a qualquer vasilha e possui força para dissolver outros materiais. Em qualquer momento, devemos agradecer de coração as providências de Deus, passando com espírito humilde, obediente e sincero como a água.

2- Omotari-no-mikoto - Sol representa a providência divina da temperatura no corpo humano e do fogo no mundo.

O fogo aquece as coisas e concede a luz, clareando a nossa volta. Vamos ter o espírito caloroso e atencioso com todos.

"Deus original deste mundo, o Deus verdadeiro é Deus-Parens ou Tsukihi e chamou Tsuki-sama (lua) de Kunitokotati-no-mikoto e Hi-sama de Omotari-no-mikoto."

(Doutrina de Ternrikyo -capítulo III, Razão da Origem)

 

 

quarta 13 abril 2011 07:09 , em Dez providências divinas


Dez Providências de Deus-Parens

Blog de tenrikyosantoamaro :Ensinamentos do Tenrikyo por Vivian Marie Nakano, Dez Providências de Deus-Parens

 

As dez providências de Deus-Parens são referidas na "história da criação original", mas de maneira nenhuma ela pode ser considerada como uma história de um passado distante, como se fosse alguma história fictícia ou uma narração mitológica, pois a proteção de Deus-Parens, aí referida, não houve somente no momento da criação do mundo e do homem, mas também por longos meses e anos até os nossos dias sem nenhuma falha e descanso, devido a seu profundo amor parental.

Oyassama ensinou as providências de Deus-Parens através de dez nomes divinos que, portanto, se referem a esta ou àquela providência, a este ou àquele trabalho de Deus. Assim fez para que ficasse mais fácil a compreensão dos diversos trabalhos divinos, não significando portanto que existam dez deuses ou divindades.

quarta 13 abril 2011 07:05 , em Dez providências divinas


|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para tenrikyosantoamaro

Precisa estar conectado para adicionar tenrikyosantoamaro para os seus amigos

 
Criar um blog